Comentários

(60)
Tiolu Oliveira, Advogado
Tiolu Oliveira
Comentário · ano passado
A questão é um tanto tormentosa. As questões de família não obstante a evolução humana continuam sendo como firmadas em alicerce de garantia das futuras gerações. O casamento é uma união que faz do homem e a mulher uma só pessoa voltada à criação e educação dos filhos etc. A traição é a violação de um dos deveres fundamentais do casamento, contudo, deve ser resolvido de forma humana, sem colocar o futuro da pessoa que provocou o incidente em risco de não mais conseguir sobreviver em sociedade no local onde reside. Nem o homem. Nem a mulher deve suportar o erro do outro, mas isso não autoriza a suposta vítima expor a vida do outro. A falta de respeito deve ser resolvida com o divórcio e se for o caso, com o desprezo pela falta de consideração pessoal. Jamais, com a exposição ao ridículo. Nessa situação, maior vergonha para o traído, que recebe críticas diversas e pejorativas, como vimos na mídia, imprensa falada e escrita. Tenho que pior e mais grave conduta ofensiva provém dos profissionais da imprensa, fazendo uso de palavras pejorativas ao se referirem ao caso ensejando sem qualquer dúvida, a obrigação de indenizar a parte ofendida. Muito trista ver a cultura negativa da nossa sociedade. Um país que prestigia festas carnavalescas. Prostituição símbolo mundiai para turistas. Elegem uma massa de políticos corruptos, mas não lutam por uma educação exemplar aos nossos filhos e netos. Não prestigiam uma boa aplicação de nossos violentos tributos. Criticam um atentando na França onde morreram pouco mais de 100 pessoas, Nos USA aproximadamente 20 pessoas. E ignoram um número expressivo maior que 100 pessoas morrendo a cada minuto vítimas do crime organizados, abandonados em corredores de hospitais sucateados pela corrupção. Se sensibilizam com um ato de traição que deveria ser resolvido entre marido e mulher, ignorando a alta traição proveniente de uma massa de políticos corruptos. Policiais covardes que vão às rodovias espancar caminhoneiros que estão morrendo à míngua nas rodovias por conta de um governo corrupto. Policiais covardes que vão às ruas bater em professores etc. Não percebe que vivemos a era da Injustiça onde nosso Judiciário só atende cliente de expressão e aplicam o formalismo em favor de uma massa pobre que arrebenta o país. Lamentável!! Me perdoem pelo desabafo. Luiz de Oliveira - Juiz de Direito Apos.
Tiolu Oliveira, Advogado
Tiolu Oliveira
Comentário · ano passado
Essa tal de lei Maria da Penha é mais uma piada legislativa em nosso País. O Estado não investe recursos nem impõe o seu cumprimento. Nossa Polícia totalmente despreparada e corrompida pelo tempo, não demonstra qualquer interesse ou vontade em proteger as mulheres que fazem a reclamação. Isso é fato real. Quantas mulheres reclamaram, foram beneficiadas por liminares, e por consequência, executadas pelos acusados. O Juiz decide, mas parece brincadeira, não cumprem e nem são responsabilizados pelos acontecidos. A imprensa divulga e nada acontece. É o país da vergonha, da falta de ética, de moral, de honestidade, de respeito ao povo, a quem é imposto uma pesada carga tributária para cobrir os rombos da corrupção. Lamentável, mas é uma realidade.
Tiolu Oliveira, Advogado
Tiolu Oliveira
Comentário · há 2 anos
Poucas pessoas têm a coragem de se expor com a verdade. Nosso país vive de ilusão defendida por interesses escusos. De fato quando falamos que somos juízes percebemos que resulta em mal estar social em face das mazelas que dominam o país e seus respectivos órgãos e poder. O Judiciário das duas últimas décadas passadas até os dias de hoje vêm mudando seu rumo. Elitizaram a carreira e esqueceram a experiencia de vida de cujo dote segue a regra de um princípio fundamental para o exercício da judicatura. O profundo saber jurídico sem experiência de vida frente à realidade social do país, prejudica o resultado do trabalho judicial e têm sido preenchido por desastres incalculáveis de injustiças. O órgão hoje está mais preocupado em destaque e valores salariais e esqueceram da sociedade, principal peça da proposta de controle dos conflitos sociais. O acervo processual tornou-se insustentável frente aos recursos materiais e humanos disponíveis, e o próprio exercício do profissional do direito resulta de uma falsa premissa de que o princípio da ampla defesa e contraditório autoriza a montagem de provas e manipulação da mentira transformando-a em verdade escusa para levar vantagem. Diferente de outros países em que o compromisso com a verdade é indispensável como regra de conduta e trabalho, bem como manutenção na vida profissional. Se lamenta, mas essa é a realidade. E não temos esperança de mudanças com a cúpula de seus diversos órgãos atuais. Sua forma de pensar e agir. Lamentável. Parabéns ao colega pela sua expressão!!! Luiz de oliveira - Juiz de Direito - Apos.
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Uberlândia (MG)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Tiolu Oliveira

Entrar em contato